A Síndrome da Missão Impossível – Como superar o vício da urgência

“Não tem problema, eu posso deixar para amanhã, ainda dá tempo”, “Posso sair para esse compromisso quando faltar poucos minutos, eu consigo chegar a tempo”

“Não tem problema ter muitas tarefas, consigo fazer várias ao mesmo tempo”, “Você quer que eu faça isso para você agora, claro que sim! Estava em outra tarefa agora, mas dou um jeito para você”

E quando escuta alguém dizendo: “Se quer que algo seja feito, peça a alguém que não tenha tempo”, sente-se orgulhosa e pensa: “Essa pessoa sou eu!” 🙂

Acreditando que se refere a pessoas produtivas…

Conhece pessoas assim?

São pessoas que adoram encarar essa aventura de viver missões impossíveis. E quando conseguem chegar num compromisso em cima da hora:

Uauuu!! Eu sou o cara, ou a cara!

Não falei para você que eu dava conta? 

síndrome da missão ímpossivel como vencer o amanhã eu faço

Mas esse prazer acontece poucas vezes. E ele é tão rápido, que algumas pessoas nem se dão conta. Logo vem a preocupação com o próximo compromisso,que também está programado para terminar em “cima da hora”.

O grande problema é que na maioria das vezes esses planos não dão certo: chegam atrasados, perdem compromissos e muitas oportunidades que fariam diferenças nas suas vidas.

E não para por aí. Tornam-se pessoas muito estressadas e ansiosas. Isso porque querem abraçar o mundo e atender a todos. E vivem a frustração de nunca encontrar tempo, para cuidar de suas próprias vidas.

Talvez você seja exatamente essa pessoa, como eu já fui tempos atrás (Agora situações como essas acontecem com uma frequência bem menor comigo) e não aguenta mais essa situação.

Fique tranquilo. Neste artigo você vai aprender como superar o vício da urgência e viver sua vida no importante. Sem correria, sem pressa, com tudo no prazo correto.

E vai conseguir estar mais presente, ter mais foco, concentração, e melhores ideias para alcançar seus objetivos.

Já foi comprovado que pessoas estressadas perdem em média 24% de performance.

Simplesmente por estarem estressadas.

Porém, se você seguir o caminho que vou passar aqui, você conseguirá superar a Síndrome da Missão Impossível. E finalmente conseguirá ter o tempo e a qualidade de vida tão sonhada, para começar a buscar os seus objetivos de vida.

É claro que não é possível eliminar completamente a Urgência. Há casos imprevisíveis que estão fora do nosso alcance. Porém é possível não viver a maioria do nosso tempo dessa forma.

Nosso objetivo a partir desse artigo, é minimizar ao máximo as ocasiões de urgência ao longo da semana. Para que você consiga ter a maior parte do seu tempo naquilo que de fato é importante.

Você pode conseguir isso adotando pequenos comportamentos no seu dia-a-dia. Vamos falar sobre eles mais a frente…

Continue lendo esse artigo que você vai descobrir:

*Quais são as características de quem tem a síndrome da Missão Impossível;

*O que mantém essas pessoas nessa síndrome;

*Qual é a diferença entre quem tem a Síndrome da Missão Impossível e quem tem uma Mentalidade Campeã

* Quais são os 7 comportamentos para ter uma vida focada no importante.

Será que é possível sair dessa vida de urgência? Com tantas tarefas que eu tenho para fazer e que surgem a cada segundo?

Um dos grandes enganos cometidos por muitos empresários e profissionais de diversas áreas, está ligado a visão que têm das tarefas que devem fazer.

Muitos acreditam que devem fazer todas as tarefas que aparecem. E atender a todas as solicitações recebidas. Muito cuidado com esse pensamento improdutivo.

Se você continuar pensando assim, você pode ficar preso na urgência pelo resto da vida.

Então o que eu faço com todas essas tarefas Marina?

Não ter o conhecimento técnico sobre quais tarefas devem ser feitas, quais devem ser delegadas, quais devem ser gerenciadas e quais devem ser eliminadas talvez seja um dos principais obstáculos que, por muito tempo, impediram muitos empreendedores e profissionais de conseguirem aumentar sua produtividade e alavancar seus resultados.

Falo isso porque hoje nós temos várias ferramentas e técnicas para organizar as tarefas de forma extremamente produtiva. E aliado ao atual mindset de produtividade – onde o Foco Não está em fazer TODAS as tarefas, e sim nos 20% das tarefas que vão trazer 80% dos resultados- é capaz de triplicar sua produtividade.

Seu único trabalho é utilizar essas técnicas para organizar suas tarefas durante a semana. E seguir esse planejamento durante toda semana para não perder o foco.

Cuidado com os cursos que só ensinam a parte técnica!

É muito importante aprender o mindset correto para que você consiga realmente ver uma mudança nos seus hábitos e resultados.

Por isso o caminho mais seguro é implementar os 7 comportamentos para ter uma vida focada no importante.

Porém antes de falar sobre cada um deles é importante falar :

Quais são as características de quem está na Síndrome da Missão Impossível?

síndrome da missão impossível como sair da correria

1º- Deixa tudo para última hora

Se tem uma tarefa para ser entregue daqui 5 dias, deixa para iniciar no quarto dia. Seguindo o paradigma do “Vai dar tempo”;

Por isso está sempre na correria, sempre sufocado e cansado. E se queixa de tudo. Diz que as pessoas o sobrecarrega, o trabalho o sobrecarrega.

Contudo é ele o causador desta sobrecarga.

2º-Faz várias tarefas ao mesmo tempo

Esse é um outro comportamento que a pessoa que têm essa síndrome adora fazer: multitarefas. Ela realmente consegue fazer várias tarefas ao mesmo tempo.

E acreditam que realmente é super eficiente, quando faz isso. Porém não sabe o desperdício de tempo que está tendo, por executar as tarefas dessa forma.

O que faria em 1h, faz no mínimo em 2h.

Além disso, gasta muita energia desnecessária e aumenta o nível de estresse.

3º- Quer abraçar o mundo e acumula tarefas

Não sabe estabelecer prioridades, e por isso não segue o critério correto. Tem o pensamento errôneo de que tudo é importante, portanto tudo é prioridade e deve ser feito.

Conheça os 3 passos para Estabelecer Prioridades e Alcançar seus Objetivos 3x Mais Rápido. 

Acredita que consegue fazer aquilo que é importante e ainda encontrar um jeitinho para fazer tudo o que “gosta” e o que tem “curiosidade”.

O grande problema desse pensamento é que a Vontade e a Curiosidade são ILIMITADAS. Enquanto o tempo é LIMITADO.

4º – Não delega

Normalmente não delega por 3 motivos:

*Diz que se delegar, as pessoas não farão como ele é capaz de fazer;

*Que se delegar, as pessoas não farão na velocidade que ele consegue fazer;

*Não consegue esperar as pessoas a agir. E como não consegue ver nada desorganizado e fora do lugar, para o que estiver fazendo na hora e resolve.

Embora esteja fazendo isso por ele mesmo (pela falta de paciência e confiança nas outras pessoas),  alega que está fazendo por amor. Para ajudar essas outras pessoas que são “incompetentes” (no seu ponto de vista).

O grande problema desse comportamento é que ele atrapalha o crescimento das pessoas a sua volta. E as torna mais acomodadas ainda.

Em contrapartida começa a carregar um fardo descomunal, que se torna a cada dia mais insuportável. E se sente explorado.

5º- Coloca tarefas desnecessárias no lugar de tarefas importantes

Coloca tarefas desnecessárias no lugar de importantes, pelo fato de não saber:

*estabelecer prioridades;

*não delegar e não gerenciar suas tarefas;

*fazer tudo aquilo que tem “vontade” e “curiosidade”;

*e não saber dizer não;

Por esses motivos, ocupa-se com tarefas desnecessárias e acredita que Não Possui Tempo para as áreas importantes de sua vida, como: família, saúde, lazer, relacionamentos, alimentação, espiritualidade, etc.

E negligência essas necessidades. Enquanto na verdade, o que falta é a Gestão do Tempo.

6º- Não sabem dizer não

O fato de não saber dizer não, está ligado a vários fatores.

O primeiro fator está relacionado ao hábito, de impulsivamente, ir fazendo todas as tarefas que lhe são solicitadas. Pela falsa crença de que é capazes de “Abraçar o Mundo”.

O segundo fator está relacionado a maneira desvirtuada de ver o amor. Quando está com a Síndrome da Missão impossível, acaba relacionando que se disser NÃO para alguém, não estão demonstrando amor por essa pessoa.

Não entende que o Não e o Sim, quando usados com o objetivo de realmente fazer bem ao outro, ajuda no desenvolvimento das potencialidades das outras pessoas.

Precisa haver esse ajuste do mindset, para que consiga dizer não de uma forma tranquila. Sem se sentir culpado por não atender de prontidão. Ainda que a outra pessoa não entenda de primeira, essa mudança de atitude.

Claro que precisa haver um equilíbrio quando se pensa no não. Não pode ser dito irracionalmente, sem ter uma lógica para isso, simplesmente para dizer que consegue dizer não.

Antes é preciso analisar o pedido. Há casos em que você realmente terá que dizer não ou recusar um convite, em virtude de suas prioridades.

Outras vezes você precisará dizer AGORA NÃO, pois estará concentrado em uma tarefa importante. Mas deixará claro que pode fazer em um outro horário.

E claro, se essa solicitação acontecer em um momento que você tem a disponibilidade de fazer sem ter que abrir mão de uma tarefa importante, ou sem ter que se prejudicar de alguma forma, você poderá dizer sim.

7º- Confiam na Memória e Não fazem Lista de Tarefas ou Planejamentos

A pessoa que tem a Síndrome da Missão Impossível não reconhece suas limitações e fraquezas.

Por isso acaba acreditando que não precisa anotar seus compromissos, não precisa ter um planejamento. E tem uma falsa positividade “Que no final sempre dá um jeito”, “Sempre dá conta de tudo”. Porém não percebe as perdas que tem por pensar e agir assim.

O que acaba acontecendo é que muitas vezes marca vários compromissos nos mesmos horários. E só se lembra disso na hora ou depois que perdeu algum.

E da mesma forma que não organiza suas tarefas no papel, ou em um bloco de notas, a sua vida também vira uma bagunça.

E por não ter consciência do seus comportamentos que estão resultando nisso, acabam se colocando no papel de vítima. Culpando as pessoas e circunstâncias por esses resultados negativos.

8º- Sentem orgulho por serem os mais ocupado

Vira e mexe, escuta um elogio – vindo normalmente de pessoas que não gostam de trabalhar, são acomodadas ou exploradoras – de que é um trabalhador e esforçado.

E isso o enche de orgulho. Contudo esse elogio não se refere ao fato de ser uma pessoa produtiva e sim muito ocupada, que diz sim para tudo. E normalmente ele é dado, com o objetivo de que ele continue nesse padrão mental. Para atendê-los sempre prontamente, afinal:

Se quer que algo seja feito, peça a alguém que não tenha tempo

Infelizmente sua recompensa se resume, na maioria das vezes, em apenas um elogio. Às vezes nem isso.

Por não dar valor ao seu tempo, a verdade é que atrai pessoas da mesma forma. E essas, já se acostumaram tanto em conseguir favores com tanta facilidade que nem costumam agradecê-lo. Já veem como algo natural.

E a pessoa que tem a Síndrome da Missão Impossível fica se perguntando: Eu faço tudo isso e porque eles não me valorizam?

E a resposta está dentro da própria pergunta. Justamente por fazer TUDO ISSO, da forma que faz. Não dando o devido valor ao seu tempo.

Nossa Marina como você consegue falar com tanta propriedade e conhece esses detalhes?

Sim! Como eu falei no início deste artigo, eu já tive esse vício e sei na pele o mal que ele causa. E além disso, já tive coachees de Produtividade e Alunos que iniciaram o Programa Avançado Produtividade Campeã com esse vício.

E graças a metodologia da Produtividade Campeã, conseguiram superar e ter novamente o controle de suas vidas.

Você pode conhecer mais sobre o programa avançado produtividade campeã

O que mantém essas pessoas na Síndrome da Missão Impossível

síndrome da missao impossivel como sair da urgência

Ninguém faz nada, se não enxergar nenhum benefício nisso. Até mesmo quando está fazendo algo que não é bom, a pessoa precisa enxergar benefícios para conseguir fazer.

Por exemplo um ladrão, quando vai ao banco assaltar alguém precisa pensar em alguma coisa boa da sua ação para conseguir tomar essa ação. Ele pensa: “Vou comprar leite para meu filho, ajudar minha família”. Embora na verdade esteja prejudicando sua família.

Tratando-se de algo ruim, se ele não enganar sua mente ele não consegue fazer. Pois fomos programados para fazer o bem e não o mal.

Com a Síndrome da Missão Impossível não é diferente. Embora seja algo extremamente ruim, e que traz muito mais resultados negativos do que positivos, a pessoa precisa encontrar algo aparentemente bom.

E são esses benefícios emocionais que o mantém na Síndrome:

1ºPrimeiro: O vício na adrenalina de chegar nos compromissos em cima da hora. Mesmo que isso aumente o estresse, o desgaste de energia e seja um prazer tão rápido, ao contrário de quando se tem a vida sob controle.

2º Segundo: Acredita que é a única forma de ser amado pelas pessoas que o rodeiam e de amá-los. E por isso sempre atende solicitações, até mesmo quando não pode. Isto porque se valoriza apenas pelo que faz e não pela pessoa que é.

3º Terceiro: Tem a falsa ideia que dá conta de tudo, por não ter tirado um tempo para analisar sua performance e seus números;

4º Quarto: Acha que é uma perda de tempo chegar adiantado nos compromissos e que tem mais vantagens deixando para sair em cima da hora. O que faz estar nos lugares só de corpo presente, e com a preocupação constante do que virá daqui a pouco. Qual será a próxima Missão impossível?

Qual a diferença de quem tem a Síndrome da Missão Impossível e de quem tem uma Mentalidade Campeã

Quem tem a Síndrome da Missão Impossível fecha completamente os olhos para suas fraquezas e por isso não muda, não consegue evoluir.

Quem tem uma Mentalidade Campeã embora conheça suas potencialidades, tem a consciência das suas fraquezas e limitações físicas e emocionais. E por isso planeja e procura estar preparado para as ocasiões.

Quem tem a Síndrome da Missão Impossível fecha os olhos para os benefícios de se chegar adiantado e pensa que é uma perda de tempo fazer isso.

Quem tem a Mentalidade Campeã sabe os benefícios de se chegar adiantado e por isso se organiza para que isso aconteça na maioria das vezes.

Quem tem a Síndrome da Missão Impossível se ocupa com todos os tipos de tarefas, porque seu foco está em fazer a maior quantidade possível de tarefas por dia.

Quem tem uma Mentalidade Campeã está focado em finalizar os 20% das tarefas que vão trazer os 80% dos seus resultados. E usam sua cabeça para ver como podem delegar, gerenciar ou eliminar as outras tarefas.

Quem tem a Síndrome da Missão Impossível, não valoriza seu tempo e por isso aceita todos os tipos de tarefas que aparecem. Ainda que sua hora seja extremamente valiosa, aceita fazer tarefas que o desvalorizam, mesmo que não precise fazer isso.

Quem tem a Mentalidade Campeã, valoriza seu tempo. E por isso procura estar a maior parte dele naquilo que tem mais valor. E faz de tudo para não fazer, ele mesmo, tarefas que não valem a sua hora. Para isso delegam, gerenciam ou eliminam.

Se você quer aprender como triplicar sua produtividade e alcançar uma mentalidade campeã, esse é o seu próximo passo ideal programa avançado produtividade campeã

Como sair da Síndrome da Missão Impossível e superar o vício da urgência?

Os 7 Comportamentos para ter uma vida focada no importante

1º Comportamento- A prática de estar a consciente

Consciente

Não adianta querer mudar uma realidade, se você não tiver clareza de onde está o problema.

Nessa altura do artigo, eu imagino que você já está bem consciente. rs

Com tudo que já falamos sobre quais são as características das pessoas que tem a Síndrome da Missão Impossível, o que as mantém nessa Síndrome e qual a diferença de quem tem a Síndrome da Missão Impossível e de quem tem a Mentalidade Campeã, você já deve ter enxergado pontos que pode melhorar.

Estar consciente é pensar sobre cada atitude, é sair do automático e questionar os seus impulsos. É estar atento aos pensamentos e sentimentos, e questionar se eles estão gerando resultados alinhados ao seu propósito de vida ou não.

E se não estiver, não tem problema. Você tem a capacidade de pensar diferente, para gerar os resultados que deseja.

Quando você procura ler artigos como este para entender o que está te levando a viver na urgência é uma forma de buscar consciência de suas atitudes.

Você passa a ter clareza dos enganos que estão ocorrendo na sua mente e que estão te impedindo de alcançar os resultados que deseja. E a partir daí já pode buscar uma solução.

2º Comportamento – Tire um aprendizado positivo da urgência

Missão-Impossível-aprenda-com-a-urgência

O hábito da urgência não é saudável e ao contrário do que você acreditava antes de ler este artigo,  ele não te ajuda a ser produtivo, não melhora seus relacionamentos e não te coloca no controle da sua vida.

Inicialmente pode até parecer bom viver nessa adrenalina de correr contra o tempo e procurar fazer o maior número de tarefas. Porém a cada dia você vai começar  a sentir o peso, sentir o cansaço e vai começar a achar que o dia deveria ter mais horas. Contudo isso não é verdade.

Deus é perfeito. E se Ele criou 24h é porque ele sabia que o homem, com toda sua inteligência, teria toda a capacidade para geri-las da melhor forma.

“A cada dia basta o seu cuidado”

                                               (Mt 6,34)

Quando você começar a analisar as ocasiões de urgências na sua vida,  vai perceber que a maioria delas são sempre as mesmas, por isso ao invés de apenas resolvê-la, pare e pense em um plano de prevenção. Pergunte-se:

Isso aconteceu de novo? Isso está acontecendo sempre? O que eu posso fazer para não acontecer outra vez? Como posso fazer para entregar tranquilamente dentro do prazo? Como posso ser pontual nos meus compromissos?

Comece a fazer essas perguntas e você encontrará aprendizados positivos a partir dessa análise da urgência. Conseguirá enxergar quais mudanças poderá fazer.

3º Comportamento- Elabore um Plano de Prevenção e Anote.

plano de prevenção para evitar urgências

Não adianta ter um momento de profunda clareza e deixar essas ideias soltas na cabeça, ou pior ainda, confiar na memória e não anotar.

Confiar apenas na memória é uma forma de gerar tarefas urgentes sem querer, por puro esquecimento. Isso é coisa de quem está na Síndrome da Missão Impossível.rs

Não confie na memória. Faça um planejamento de sua semana, organize suas tarefas. Defina o que você fará em cada dia e quais os horários de cada compromisso.

Veja as tarefas que pode delegar e delegue. Analise aquelas que podem ser agendadas para horários improdutivos e agende para esse horário. Veja aquelas que pode eliminar da sua semana e elimine.

Agora o mais importante nunca deixe de consultar sua agenda, ou seu checklist, ou sua lista de tarefas. Se você prefere um aplicativo, não importa, o importante é que você tenha sempre com você a direção do que você fará para não se perder. Não sair do foco e não fugir do seu propósito.

Mas eu gosto de ter liberdade? Eu não gosto de me sentir preso!

Claro que sim. Eu também gosto muito. E a forma de termos liberdade, sermos senhores da nossa vontade e não escravos dela, é ter tudo anotado.

Ter uma agenda, ou uma lista de tarefas, é uma forma de você se manter no controle da sua vida. É você quem escolhe conscientemente o que irá fazer.

Viver uma vida ao léu não é liberdade e sim libertinagem, que só trará resultados de fracasso, frustração e sofrimento.

E quando tiver sua vida focada no Importante e experimentar todos os benefícios de viver assim, não vai sentir nenhuma saudade da Síndrome da Missão Impossível.

4º Comportamento- Crie o Hábito da Antecipação

hábito-da-antecipação-de-tarefas

Adiantar é perda de tempo! Poderia usar esse tempo para outra tarefa.

Muitas pessoas não adiantam por pensar assim, mas o adiantamento sem dúvida alguma é um grande ganho que a pessoa pode ter na vida.

Para entender isso é importante saber como surgem as tarefas urgentes.

Normalmente as tarefas urgentes não nasceram urgentes. Elas eram tarefas importantes, que por não terem sido feitas no tempo devido se tornaram urgentes.

Desta forma, se queremos uma vida focada no importante o que devemos fazer é transformar novamente as tarefas urgentes em importantes. E a forma de fazer isso é adiantando essas tarefas.

Por exemplo, uma pessoa vê uma  tarefa e diz: “Nossa isso é só para quinta-feira, e hoje ainda é domingo. Quando for quarta-feira a noite eu faço”.

E coloca várias tarefas circunstanciais antes disso.

Claro que essa tarefa será urgente, pois esse é um padrão de pensamento da Síndrome da Missão Impossível.

Na verdade o pensamento de quem quer viver uma vida focada no importante deve ser o contrário: “Tenho uma tarefa para ser entregue quinta-feira, vou aproveitar que meu domingo está tranquilo e fazê-la hoje. Assim eu já fico livre dessa preocupação e posso investir meu tempo em outras coisas importantes”

E caso haja algum erro de cálculo, sobre o tempo estimado para finalizar a tarefa, ainda dá tempo de corrigir com tranquilidade.

Você pode programar um horário melhor para sair para seus compromissos e chegar com tranquilidade. E preparar um “Kit adiantamento”, caso chegue antes do horário combinado. Como um livro ou um áudio por exemplo. Assim não ficará entediado, e fará produtivo o tempo de espera.

Além disso pode deixar um espaço de tempo, entre um compromisso e outro. O que facilitará, para que você consiga chegar no horário.

5º Comportamento- Cuidado com os Viciados na Urgênciavíciados-na-urgência

Corre!!! Tá pegando fogoo!!!

Cuidado com os viciados na urgência. Normalmente eles vão te dar esse sinal de alerta. Porém lembre-se de uma coisa:

“A falta de preparo dele, não é a sua urgência”.

Agora você é uma pessoa que tem planejamento, que tem agenda e organizou suas tarefas para finalizá-las com antecedência.

Porém é preciso entender que agora é como se você estivesse tirando uma venda dos seus olhos. E de repente você vai enxergar várias pessoas que estão naquele padrão antigo. E você precisa saber como lidar com eles.

Quando chegarem com alguma situação urgente, analise se realmente é urgente e se o prejuízo de deixar o seu planejamento para atendê-lo, não será maior para você.

Se for algum subordinado no seu trabalho ou empregado na sua empresa, procure acompanhar o andamento das tarefas solicitadas e programe datas de entrega antes do prazo final.

Se você não sair da Síndrome da Missão Impossível você não vai conseguir aumentar sua produtividade e os seus resultados, isso é fato.

Quantos projetos importantes, você realmente conseguiu tirar do papel neste mês, com esse padrão de excessos de tarefas? De 0 a 10 o quanto você sentiu que teve o controle da sua vida e não ficou refém das circunstâncias? Como está o seu nível de cansaço e estresse?

Se você percebeu que as respostas para essas perguntas acima não estão satisfatórias, eu não indicaria que você continuasse com a maior parte do seu tempo trabalhando em vão.

Eu me preocuparia com o tempo que está perdendo por buscar aumentar a sua produtividade dessa forma.

Pois além de não conseguir um aumento significativo da sua produtividade e resultados, você ainda vai acumular uma quantidade de cansaço e estresse tão grande, que não terá saúde para trabalhar para seus sonhos se tornarem realidade.

O que eu tenho que fazer então, para sair de vez desse vício e retomar o controle da minha vida?

O primeiro comportamento que você precisa buscar é estar consciente. Sair do automático e se perguntar: Será que estou agindo de acordo com a Síndrome da Missão Impossível?

E ai compara suas atitudes com todas as características das pessoas que estão na Síndrome da Missão Impossível. Aquelas que você perceber que estão semelhantes, você procura pensar em como modificar.

O segundo comportamento é tirar um aprendizado da sua vida de urgência. Perceber o que é que se repete e como você pode parar isso. Como você pode organizar sua vida da melhor forma. E o que você não quer mais que aconteça.

O terceiro comportamento é fazer um planejamento com todas essas ideias descobertas. Começar a organizar a vida anotando tudo, seja num papel ou em um aplicativo. E seguir esse planejamento durante toda semana.

O quarto comportamento é antecipar todas as tarefas possíveis. E procurar deixar uma margem de tempo entre uma e outra para evitar atrasos. Além disso providenciar um “Kit Adiantamento”, para que nos momentos que estiver adiantado, não se sentir entediado e encontrar um ganho por esses minutos de espera.

O quinto comportamento é tomar cuidado com as pessoas viciadas em urgência. E analisar os seus pedidos verificando se eles realmente precisam ser atendidos de imediato. Caso se trate de um empregado ou subordinado, acompanhar o desenvolvimento da tarefa e solicitar a entrega antes do prazo final.

Dica Extra: Crie Motivadores Para Continuar no Adiantamento

Deixar um vício não é do dia para noite. Por isso é preciso determinação e persistência para se constituir esse novo hábito. E se você consegue encontrar motivação para isso, se torna ainda mais fácil esse processo

Existem dois motivadores que podem ajudar nesse processo:

O Primeiro é buscar lembrar de todas as perdas que tinha quando era uma pessoa na urgência: Atraso, estresse, perdas de oportunidades, acúmulo de tarefas desnecessárias, falta de tempo para tarefas importantes, etc.

Quanto maior a lista, maior a dor que vai ter quando lembrar da vida na urgência.

O Segundo é pensar nos benefícios de se viver no adiantamento: paz, serenidade, raciocino melhor, sentir-se no controle de sua vida, sentir-se empoderado, estar mais presente em todos os momentos, conseguir encontrar tempo para as tarefas importantes e estar conseguindo tirar seus sonhos do papel.

Também, quanto maior a lista, maior a felicidade por viver no adiantamento.

Esse exercício criará a motivação para constituição do novo hábito. A dor e a felicidade são motivadores. O primeiro faz você agir para não sentir dor e  o segundo faz você agir para ter mais felicidade

Conclusão

Você conheceu nesse artigo como funciona a Síndrome da Missão Impossível. Quais são as características de quem tem essa síndrome, o prejuízo de performance  que se tem por causa dela. Você viu também os 5 comportamentos que você precisa dominar para ter sua vida focada no importante e conseguir finalmente estar no controle.

O que você deseja para os próximos anos? Você deseja ter uma vida focada no importante , sem atrasos, sem correria e conseguindo resultados extremos, ou ficar na urgência acumulando tarefas a cada dia, viver apagando incêndios e não ver grandes resultados?

Meu grande objetivo é que você alcance seus resultados, que você seja o diferencial. Seja exatamente aquela pessoa que foca nos 20% para gerar 80% dos seus resultados, e por isso consegue produzir até 4x mais. E não aquele que foca nos 100% e gera apenas 20% de resultados.

pareto-80-20-gestao-do-tempo

Por isso essa é minha recomendação, se você realmente está sério e comprometido em alcançar resultados extremos, seu próximo passo ideal é a apresentação detalhada do programa avançado produtividade campeã.

 

Deixe uma resposta